quarta-feira, 9 de setembro de 2020

ei,poeta

"Se as palavras 'são como punhais'
e se as há  'de vida e de morte'
por que insistes em golpear a garganta
com as lâminas de vidro?
_ousa sangrar-lhes o veneno antes de parires a poesia."

 Jorge Pimenta


outro blog, simplesmentelis

11 comentários:

  1. Bonito poema e imagem! Obrigada :))
    -
    Sonhava ser ...
    -
    Beijos, e um excelente dia

    ResponderExcluir
  2. Poema Forte, intenso, profundo. Imagem deliciosa
    .
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  3. em vez do veneno, o amor. concordo

    beijo

    ResponderExcluir
  4. E a poesia parida vem deslizando nas bordas de uma taça.
    Bonito Lis como a paisagem no click.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. A nice poem and great pic to follow !

    ResponderExcluir
  6. Querida amiga Lis!
    Que saudades!
    Vi seu comentário agora na Ana Freire.
    Como sempre poesia e foto muito bonita em seu blog.

    Desejo que tudo esteja bem com você e sua família.
    Até mais e beijos!
    Sonia.

    ResponderExcluir
  7. Lis...

    Há palavras de ecos incontrolados,
    versos inesperados
    como lâminas sangrentas
    agitadas numa noite demasiado curta,
    com veneno a mais...e luar a menos!

    Um beijo,
    A.s

    ResponderExcluir
  8. Que riqueza nos versos do Jorge! Palavras podem golpear, mas paisagens assim só nos dão alegria. Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Oi Lis!Obrigada pela visita e comentário!
    Linda foto! Os versos é pra gente pensar!
    beijos!

    ResponderExcluir
  10. Belo recanto para passear com minha poesia.

    ResponderExcluir
  11. Uma imagem verdadeiramente poética!... Adoro as cores de Outono... se bem que este ano, o Outono, aqui deste lado, venha também carregado de apreensão...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir