quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

feliz ano novo !

"Vai Ano Velho
   dobra a esquina da sorte e no trinta e um,
à meia-noite,esgota o copo
A culpa 
do que nem lembro
e me cravou entre Janeiro e
Dezembro.
Vai, leva tudo; destroços,
ossos, fotos de presidentes,
beijos de atrizes , enchentes,
secas ,suspiros jornais.

( ... )

Vem, Ano Novo, vem veloz,
vem em quadras , aladas , antigas
ou jatos de luz moderna .
 Vem,
Paira ,desce ,habita em nós,
Vem com cavalhadas , folhas , reisados 
Fitas multicores , rabecas ,vem com
uva e mel e desperta 
em nosso corpo a alegria,
escancara a alma, a poesia , e por um
instante , estanca 
o verso ,perverso 
e sacia em nós a fome
_de Utopia.

A vida 
é  essa caixa chinesa 
de  onde brotam as manhãs .

Agora
é  recomeçar... "

Afonso Romano de Santant'Anna

outro blog, simplesmentelis

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Boas Festas !

"Porque um menino nos nasceu , um Filho se nos deu ; e o Principado
 está sobre os seus ombros;
e  o seu nome será: Maravilhoso , Conselheiro , Deus Forte,
 Pai da Eternidade Príncipe da Paz."
Isaias  9.6




Aos meus amigos um Bom Natal e feliz 2015.

Obrigada  pela amizade, pela troca , pelo prazer da companhia durante todo o Ano .
Obrigada,simplesmente,  por estarem sempre aqui.
Com o tempo construimos essa amizade bonita entre as idas e vindas , trocando fotografias , poesias e comentários  que estimulam ,ensinam e mimam ...rs, 
  _ e quando somos bem acolhidos queremos  sempre mais ...
Um Novo  Ano !
_ tudo que pedimos é muita saúde e boas companhias.
Vou dar uma pausa nas postagens.
Volto logo_  estarei viajando no inicio do ano_ pelas cidades ,pelas praias e nos campos. 
Driblando o calor do nosso Verão que é sempre tórrido.
:))
Fica os  abraços e a certeza que amo todos vocês.
Vamos viver 2015 ! 

_ nos vemos na volta. Beijos.

simplesmentelis, outro blog

sábado, 13 de dezembro de 2014

ecos

     " Há palavras que tem sombra de árvore
 outras que têm fluido de astros 
 Há vocábulos que têm fogo de raios 
 E que incendeiam o espaço onde caem 
 Outros que se congelam na língua 
 e se estilhaçam ao sair ,
...
Há palavras como imãs
que atraem os tesouros
Outras que se descarregam como vagões 
sobre a alma .

  armadilhas ..."

Vicente Huidobro

outro blog,simplesmentelis

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

palavras e imagens

" Por vezes gostaríamos que as palavras
 tivessem a leveza das imagens.
Que pousassem sobre as coisas com o silêncio
 de uma pena.
  ...  esse lado áereo do clic. "

Jean Clair
outro blog, simplesmentelis

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

nas minhas mãos

"Tenho nas minhas mãos , 
toda a ternura que aperfeiçoei , 
através do tempo
 num percurso cheio de histórias,
 na vivência de acasos. 

 Há silêncios , 
que não se ousam romper, 
na noite em que se deslaçam
 os nós e se defrontam marés
 ou apenas ecos imperceptíveis.

 E os medos, 
que se desmancham , 
com o tempo e o vento,
 no esboçar de um sorriso
 nu
 e autentico.

 E sem destinos nem trilhos ,
 as minhas mãos em jeito de rio , 
ou mar . 
apenas te oferecem a gentileza ,
 de palavras leais."

 Piedade Araújo Sol 

 outro blog, simplesmentelis

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

madrugada



"Entre mim e o mar
ainda me causa espanto a madrugada.
Sempre diferente.Sempre idêntica.
Tons de mel, de romã ,
de diamante, de milho seco.
Sopro de sal , de sangue , de limos.
E, por trás das dunas,
a respiração dos amantes
sobressaltando as aves."

Graça Pires
_do blog 'Ortografia do Olhar'


outro blog, simplesmentelis

domingo, 7 de dezembro de 2014

aos domingos

" Poque a sua ira dura só um momento,
a seu favor está a vida.
  O choro pode durar uma noite ,
  mas a alegria
vem pela manhã ."
   
 Salmos 30.5

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

poema quase-nada


"No corpo da Palavra
Um frêmito
Uma cadência solta
Um alvoroço
Um meteorito que se despenha
E explode em luz branca

E  nessa infinita graça 
Todo o Universo se ilumina
E se condensa em subtil cãntico
E se devolve 
Quase-nada

E vibrante se agita
E cativo se recolhe
E se atiça
E se derrama
No poema

Como festivo magma..."

Manuel Veiga
_do blog Relógio de Pêndulo

outro blog, simplesmentelis

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

soneto



"Meus olhos tem tons de pedra rara
_é só para o teu bem que os tenho assim_
E as minhas mãos são fonte de água clara
a cantar sobre a sede de um jardim..."

Florbela Espanca
simplesmentelis, outro blog

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

as campinas



"As manhãs estão mais suaves,
Mais sazonadas _  as nozes ;
Os mirtilos mais carnudos,
E ausente se encontra a rosa.
O bordo ostenta um lenço mais alegre,
A campina ,uma saia escarlate;
Para não estar fora da moda ,
Vou tratar de me enfeitar."

Emily Dickinson
( tradução de José  Lira)
outro blog, simplesmentelis

sábado, 29 de novembro de 2014

especialmente ..


"Hoje 
estou muito delicada, 
me interessam principalmente, 
flores e passarinhos."

.

Clarice Lispector

outro blog, simplesmentelis
(poema,reeditado)

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

amores platônicos

"As flores são de plástico
O cachorro de pelúcia
O peixe de vidro
A roupa sintética
A comida pré-fabricada
Os amigos virtuais
Os amores platônicos
A solidão real ...

Wanderley Elian 
_ do blog 'Novas Estações')
outro blog, simplesmentelis
( as flores são reais... :)) 

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

águas_ bem precioso

(...)
"Água 
que faz inocente riacho 
e deságua na corrente do ribeirão.
 Águas escuras dos rios
 que levam a fertilidade ao sertão
 Águas
 que banham aldeias
 e matam a sede da população
 Águas que caem das pedras 
no véu das cascatas,
 ronco de trovão.
 E depois 
dormem tranquilas no leito dos lagos ... "

Guilherme Arantes

outro blog, simplesmentelis

terça-feira, 25 de novembro de 2014

haveremos de saber

...
 "Ser velho 
é talvez ter salas iluminadas
Dentro da cabeça e, lá dentro, 
gente a representar.
Gente que se conhece, mas cujo nome nos escapa;
Cada vulto responde a uma perda profunda, assomando
A uma porta conhecida, pousando uma vela, sorrindo
Das escadas, tirando um livro da estante; ou por vezes
Só as próprias salas, cadeiras e uma lareira acesa,
O vento no arbusto para lá da janela, ou a débil
Simpatia do sol na parede, 
num solitário
Fim de tarde de Verão, depois da chuva. É onde eles vivem:
Não aqui e agora, mas onde tudo aconteceu em tempos.
               Por isso é que eles têm

  Um ar de ausência perplexa, tentando estar lá
E contudo estando aqui..."

Philip Larkin


outro blog, simplesmentelis

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

casa no campo

"Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa compor muitos rock's rurais
E tenha somente a certeza
Dos amigos do peito e nada mais
Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa ficar do tamanho da paz
E tenha somente a certeza
Dos limites do corpo e nada mais
Eu quero carneiros e cabras
Pastando solenes no meu jardim
Eu quero o silêncio das línguas cansadas
Eu quero a esperança de óculos
E meu filho de cuca legal
Eu quero plantar e colher com a mão
A pimenta e o sal
Eu quero uma casa no campo
Do tamanho ideal, pau-a-pique e sapé
Onde eu possa plantar meus amigos
Meus discos meus livros e nada mais."

Elis Regina  

simplesmentelis, outro blog

domingo, 23 de novembro de 2014

aos domingos


 
"Sede  unânimes entre vós ; não ambicioneis 
coisas altas,
mas acomodai-vos às humildes, 
não sejais sábios em vós mesmos ;
A ninguém torneis mal por mal ;
procurais as coisas honestas, perante todos os homens.
Portanto,
dai a cada um o que deveis: a quem tributo tributo;
a quem imposto, imposto ;
a quem temor, temor ; a quem honra , honra. "

Romanos 12.16.17/13.7
simplesmentelis, outro blog

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

oração

...
"A noite é muito escura, 
O vento é muito mais frio.
 O mundo que eu vejo é muito maior 
 Agora que estou sozinha. ... 
As árvores são muito altas 
 E eu me sinto muito menor.   

Você pode me ouvir? " 

 Barbra Streisand

outro blog, simplesmentelis

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

crepúsculo


"O crepúsculo é este sossego do céu
com suas nuvens paralelas
e a última cor penetrando nas árvores 
até os pássaros. 
...
 Crepúsculo que não alcançastes..."

Cecília Meireles

simplesmentelisoutro blog

terça-feira, 18 de novembro de 2014

colheita

"A liberdade plana
Nas asas do vento,
Soprando em mim
O entardecer alaranjado,
Guardando as flores e frutos do meu desejo.

Fico
Saboreando a colheita da claridade... "

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

vida vento vela

"Onde me esqueci de ti,
você virou pensamento."
Paul Celan


voz Elis Regina

 "As velas do Mucuripe
Vão sair para pescar
Vou levar as minhas mágoas
Pra águas fundas do mar
Hoje à noite namorar
Sem ter medo da saudade
Sem vontade de casar
Calça nova de riscado
Paletó de linho branco
Que até o mês passado
Lá no campo 'inda era flor
Sob o meu chapéu quebrado
O sorriso ingênuo e franco
De um rapaz novo encantado
Com vinte anos de amor
Aquela estrela é dele
Vida, vento, vela leva-me daqui "

(alguma nostalgia me faz republicar sempre essa música) ;))
simplesmentelis, outro blog

sábado, 15 de novembro de 2014

a nosso modo...


"A vida na hora.Cena sem ensaio.
Corpo sem medida
Cabeça sem reflexão.
Não sei que papel desempenho.
Só sei que é meu,
 impermutável."
(...)

Wislawa Szymborska

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

depois do sol



"Os pescadores regressaram
 com os seus círculos amarelos 
e cercaram o mar. 
Depois,
puxaram as redes e  – com elas
 – o mar para dentro dos
 seus barcos.
 E o mar, na sua
 tranquilidade líquida,
 deixou-se levar... " 

Francisco Duarte Azevedo
simplesmentelis, outro blog

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

cenas de verão

"Dai-me ainda outro verão ,
um verão do sul, redondo
lento , maduro :
 um verão
de rolas frementes de cio,
de porosa alegria , de luz varrida
pela cal; dai-me
mais um verão rente à sombra
do pátio onde um rumor
cativo do poço sobe aos ramos ;
um verão 
limpo como o céu de boca ;
mais dentro, mais fundo.

Ou por fim, o silêncio.
Caindo a prumo."

Eugênio de Andrade

poema 'roubado' daqui
outro blog, simplesmentelis

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

verdade _uma ilusão

'Eu te direi as grandes palavras,
As que parecem sopradas de cima.'
Augusto Frederico Schmidt

 voz _ Marisa Monte

"Eu posso te fazer feliz
Feliz me sentir também
Eu posso te fazer tão bem
Eu sei que isso eu faço bem
Roubar-te um beijo num salão
Girar sem perder o chão
Não vou deixar você cair
Cintura, leve a minha mão

Eu posso te fazer ouvir
Milhões de sinos ao redor
Eu posso te fazer canções
O amor soa em minha voz
Eu posso te fazer sorrir
Meus olhos brilham para ti
E os pés já sabem aonde ir
Ninguém precisa decidir.

Verdade ,uma ilusão
Vinda do coração
Verdade
seu nome é mentira."
simplesmentelis, outro blog

sábado, 8 de novembro de 2014

dispersos



" Há séculos que te esperava para fugirmos,E não sabia 
que a fuga era possível, pelas estradas de giestas em 
direção ao mar. 
 Quero viajar contigo, nesta eternidade feita 
de pontes atravessadas , kms noturnos e segundos de asfallto.
Al Berto

simplesmentelis, outro blog

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

sono coloquial

 "Da velhice
sempre invejei
o adormecer
no meio da conversa.
Esse descer de pálpebra 
não é nem idade nem cansaço.
Fazer da palavra um embalo
é o mais puro e apurado
senso de poesia."

Mia Couto
reeditado ( em  17/05/2012 )
outro blog, simplesmentelis

terça-feira, 4 de novembro de 2014

palavra líquida

...
"Palavra boa é palavra líquida ,
Escorrendo em estado de lágrima .

E lágrima 
é dor  derretida."

Viviane Mosé


simplesmentelis, outro blog

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

me escutas?




"A filosofia aprendeu com a poesia
a escutar o silêncio
a escrever sobre o silêncio
a provocar a cantoria "

 Victor Hugo Guimarães Rodrigues

simplesmentelis, outro blog

domingo, 2 de novembro de 2014

aos domingos

"Porque há esperança para as árvores
que se for cortada ainda se renovará.
e não cessarão os seus renovos.
Ainda que envelheça  sua raiz na terra,
e morra o seu tronco no pó
ao cheiro das águas brotará,
e lançarão ramos
como uma planta nova."
Jó 14.7.9