quinta-feira, 23 de setembro de 2021

_ pássaro-poesia

  
'Carrega-me contigo, Pássaro-Poesia
quando cruzares o amanhã, a luz, o impossível
porque de barro e palha tem sido essa viagem
que faço a sós comigo. Isenta de traçado
ou de complicada geografia, sem nenhuma bagagem.
Hei de levar apenas a Vertigem e a Fé.
Para teu corpo de luz dois fardos breves.
Deixarei palavras e cantigas. Movediças.
Embaçadas vias de ilusão
Não cantei cotidianos. Só cantei a ti,
 Pássaro-Poesia
E a paisagem-limite , o fosso 
A convulsão do Homem.

Carrega-me contigo. No amanhã.

Hilda Hilst

outro blog, simplesmentelis
Foto : da filha, em Manaus, Amazonas/

10 comentários:

  1. Imagem e poema muito bonitos de ver e ler.
    .
    Saudação poética
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. Olá Lis,
    Fotografia maravilhosa e um belo poema.
    Um beijinho e ótimo dia.
    Ailime

    ResponderExcluir
  3. Muito belo o poema, Lis.
    Os pássaros têm sempre voos ousados.

    Um dia lindo para ti!

    ResponderExcluir
  4. Linda imagem e poema. Grata pela partilha.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde de primavera, querida amiga Lis!
    Lindo!
    Gosto da Hilda.
    Ser carregada por pássaro é divino.
    A vida se torna leve e livre de pressão.
    Tenha uma primavera abençoada e perfumada!
    Beijinhos com carinho de gratidão
    🦋🐦🌻💮🏵️🌷🌸💐🌼🌺😘

    ResponderExcluir
  6. Este pássaro me espreita.
    me segue em segredo;
    é sombra em meu caminho,
    rastro dos meus passos.
    e sempre me escreve recados!
    Abraços, Lis!
    P.S.: Giselle é da mesma escola?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim ,Giselle é a minha 'ferinha', replicação perfeita.
      _ e quanto ao pássaro perseguidor se te inspira melhor cuidar dele.,
      e se não espanta-o.
      rsrs
      Também abraço, Jcarlos

      Excluir
  7. Na saciedade a liberdade colorida,
    bela foto da natureza que canta em outras terra como o nosso sanhaço.
    Linda poesia
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Quem sai aos seus...:))
    A filha seguiu as oisadas da mãe.
    Este magnífico pássaro é, todo ele, uma bela poesia aos encantos da Natureza.

    Parabéns à Mãe, à Filha e...ao pássarinho, que posou direitinho para a fotografia.
    Belo postal, Lis.

    Beijinhos para ambas.

    ResponderExcluir