terça-feira, 17 de maio de 2022

_ dos afogamentos


"Vou correr o risco de me afundar de vez  Já sem poder boiar
Um afogamento por um triz
Sempre assim
Sempre que o amor vaza a maré 
Difícil de nadar.'
...

 Gilberto Gil  

simplesmentelis, outroblog

13 comentários:

  1. Um bonito poema, valioso também pela sua simplicidade a dizer coisas profundas.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. .Imagem e poema, fascinantes de ver e ler.
    .
    Saudações, alegria e poesia.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  3. Antes um afogamento
    do que emergir das águas
    sem afectos, sem esperança
    de um só doce momento

    ResponderExcluir
  4. Imagem tenebrosa para ilustrar o amor que se vai.
    O mar é de quem o sabe navegar e o amor, ah o amor é uma agua turbulenta.
    Feliz semana Lis.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Ontem, não consegui deixar uma única palavrinha de apreço por este belo e singular afogamento. Faço-o agora.

    Bjo, Lis!

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Lis,
    Uma foto fabulosa, assim como as palavras de Gilberto Gil.
    Adorei.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
  7. Bom dia de toda paz, querida amiga Lis!
    Ainda que nos afoguemos sem direito a salvamento, nada vale a pena sem Amor e Amar.
    Seja bem-vinda!
    Muito obrigada pelo carinho na minha ausência involuntária.
    Seja feliz e abençoada!
    Beijinhos de paz e bem
    😘🕊️💙

    ResponderExcluir
  8. A parte escolhida do poema do Gilberti Gil é excelente.
    E a foto foi também muito bem escolhida.
    Continuação de boa semana, amiga Lis.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. O grande Gil.
    Uma ilustre figura da nossa língua

    ResponderExcluir
  10. Muito lindo
    Adorei

    Beijinhos e um bom fim de semana

    ResponderExcluir
  11. Gil, sempre a merecer aplausos! Turbulência bem registrada. Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Imagem e palavras, num todo perfeito... e profundo!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir